Instituído em 1990, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) traz um conjunto de normas e leis que visam proteger adolescentes e crianças no Brasil. Uma das leis presentes nele é a que obriga escolas a denunciarem os casos onde há suspeita ou confirmação de maus-tratos infantis ao Conselho Tutelar.

Após a denúncia, o Conselho Tutelar aciona a Vara da Infância, que toma as primeiras medidas, como retirar a criança da situação de risco. Depois, a Vara aciona o Ministério Público e encaminha o caso para a delegacia especializada.

E não são apenas os professores que são obrigados a denunciarem os casos de maus-tratos. Médico e responsáveis por estabelecimentos de atenção à saúde ou escola também precisam alertar as autoridades quando há suspeitas. Caso ele não cumpra a lei, pode ser multado em um valor que fica entre três a 20 salários mínimos.

Outras pessoas também denunciar, mas neste caso elas não são obrigadas.

Havendo a confirmação de maus-tratos, a delegacia especial costuma solicitar algum tipo de medida cautelar, como um mandado de busca e apreensão ou ainda prisão preventiva ou temporária.

fonte: pleno.news/brasil

BOLETIM

/  cadastre-se e receba nossos informativos para saber das novidades e ações do Horas da Vida

 

› Política de Privacidade    › Termos de Uso

As informações e sugestões contidas neste site são meramente informativas e não devem substituir consultas com médicos especialistas.

O Horas da Vida não realiza atendimentos de emergência. Para emergências e/ou ambulâncias entre em contato com o serviço de atendimento de urgência de sua cidade.

Creative Commons License

Instituto Horas da Vida by Horas da Vida is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright © 2016 Horas da Vida - All rights reserved.

Instituto Horas da Vida - Rua Ferreira de Araújo, 221 cj 93| CNPJ: 190304120001-00

 

×