Cegos e Idiotas

Copyright © 2016 Horas da Vida - All rights reserved.  Instituto Horas da Vida - Rua Ferreira de Araújo, 221 cj 93| CNPJ: 190304120001-00

 Receba nossas novidades
Buscar
  • Horas Vida

Cegos e Idiotas

por Gilberto Dimenstein

Coluna da Folha de S.Paulo, 07/10/2015 A repórter Cláudia Collucci, da Folha, conta hoje a história de um menino chamado Mikael, de 9 anos, que era debochado pelos colegas na escola e, diariamente, se sentia humilhado.A história mostra como o Brasil está cego para um problema tão grave. E tão simples de resolver.Ele era debochado porque não conseguia ler. A humilhação era maior quando, chamado à lousa, ficava inerte. Achavam que ela tinha problemas mentais.Isso, óbvio, deixa marcas para o resto da vida. Até porque Mikael é um sério candidato a repetir o ano. Não conseguia consulta na rede pública.A solução, porém, veio em poucos minutos. Ele conseguiu ser atendido num projeto de médicos voluntários chamado Horas da Vida – médicos doam algumas horas por mês.O garoto saiu de lá enxergando. O candidato a uma vida marginal agora candidata-se a ser um trabalhador produtivo. O problema mental não é dele. Mas nosso.Insisto aqui que uma enorme idiotice e cegueira brasileira é não oferecer tratamento médico nas escolas, onde há milhões (não exagero, milhões) de garotas e garotos como Mikael, com problemas simples de saúde e que afetam dramaticamente a aprendizagem.

0 visualização