Saiba mais sobre o Câncer de Mama
Buscar
  • Horas Vida

Saiba mais sobre o Câncer de Mama

Com Wix Blog, você compartilha sua voz com o mundo e também cria uma comunidade online. O Wix Blog possui uma área de membros na qual os leitores podem se registrar facilmente para se tornarem membros do seu blog.





Hoje em dia, com os recursos da medicina molecular, sabemos que o câncer de mama não é uma única doença, mas um conjunto de doenças, que são classificadas em basicamente 4 tipos. São esses quatro tipos que norteiam o tratamento após a cirurgia. Isso porque, depende do tipo de célula da mama que se transformou em célula tumoral, devido a perda do controle da divisão celular, se multiplicando sem controle e formando o tumor.

O câncer de mama é classificado em 4 tipos:

Luminal A – quando as células tumorais dependem do hormônio estrógeno para se dividir, então quando é este tipo de tumor, após a cirurgia a paciente tem que usar um medicamento que bloqueia a ação do estrógeno por 5 a 10 anos. Esse tipo de tumor é mais frequente em mulheres com mais idade.

Luminal B – também dependem de estrógeno, mas também expressam uma proteína na membrana da célula que se chama proteína HER 2. Nesses casos, os tumores são mais agressivos e o tratamento é associado a um medicamento que bloqueia essa proteína, que se chama Trastuzumabe.

Triplo Negativo – quando as células não expressam receptor de estrógeno e proteína Her 2, esses tumores são muito agressivos e o tratamento de quimioterapia tem que ser feito logo após a cirurgia.

Tumores Her 2 positivos – quando a célula tumoral só expressa a proteína Her-2. Nesses casos, o tratamento é com quimioterapia associada a Trastuzumabe. Esse tipo de tumor é mais comum em mulheres jovens.

Sinais de alerta e recomendações:

– O câncer de mama geralmente não tem sintomas nas fases iniciais, mas um sinal de alerta são nódulos na mama, deformidades e retração de mamilo. – O câncer de mama não tem prevenção, mas o diagnóstico precoce é a melhor maneira de controlar a doença. – A recomendação do Ministério da Saúde é a realização de mamografia a partir de 40 anos, exceto em mulheres que têm parentes de primeiro grau (mãe, irmã ou filhas) acometidas pela doença, e neste caso, a recomendação é ser acompanhada por um mastologista regularmente.

Texto: Doutora Silvia Graziani, Oncologista, voluntária do Instituto Horas da Vida

0 visualização

Copyright © 2016 Horas da Vida - All rights reserved.  Instituto Horas da Vida - Rua Ferreira de Araújo, 221 cj 93| CNPJ: 190304120001-00

 Receba nossas novidades