5 coisas que você precisa saber sobre o Colesterol



Já ouvimos falar que existe o colesterol bom e ruim, mas você sabe qual é a diferença entre eles e o que é colesterol? Todos nós possuímos colesterol em nosso sangue, ele nos ajuda na manutenção do nosso corpo, como na movimentação das células, energia, entre outros. Entretanto, quando o nível deste colesterol aumenta muito pode se tornar uma doença grave, sendo chamada como “colesterol elevado”, podendo criar gordura em nossa corrente sanguínea.


Lembre-se: quanto mais elevadas as taxas, maior é o risco de sofrer uma

doença cardíaca.


Você sabia?


1. Pessoas magras também podem ter colesterol alto. Os níveis de colesterol no sangue dependem muitas vezes da taxa de remoção do colesterol pelo fígado e também pela genética que pode ser um fator de risco. Se você tem familiares (mãe, pai, tios, avós) com colesterol alto, a sua chance de ter colesterol alto aumentam. Por isso, é importante fazer o exame para avaliar o colesterol.


2. O colesterol elevado está associado a alimentação e fatores genéticos. 70% do colesterol é produzido pelo nosso próprio organismo, no fígado, enquanto os outros 30% são provenientes da alimentação. Adotar hábitos saudáveis com uma alimentação balanceada pode controlar o colesterol.


3. O excesso de colesterol pode causar infarto e AVC (Acidente Vascular Cerebral).

O colesterol LDL (Low-density lipoprotein) é conhecido como o "colesterol ruim”, o excesso do LDL está associado às doenças cardíacas. Quando medimos o colesterol total no sangue, vale a pena verificar os níveis do HDL e LDL.


4. O tratamento é preventivo e permanente.

O tratamento do colesterol deve ser preventivo e durante a vida toda. Essa orientação previne o risco cardiovascular. Converse com o seu médico para iniciar a mudança no estilo de vida.


5. Crianças acima de 10 anos podem fazer exames de colesterol.

A partir dos 10 anos de idade, toda criança deve ter o colesterol dosado. É importante que esse exame seja repetido durante o ano para a verificação dos níveis de colesterol no sangue.


Os valores de referência para LDL são:

Indivíduos com risco baixo: abaixo de 130 mg/dl

Indivíduos com risco intermediário: abaixo de 100 mg/dl

Indivíduos com risco alto: abaixo de 70 mg/dl

Indivíduos com risco muito alto: abaixo de 50 mg/dl


Fique atento(a) aos sintomas ao colesterol alto

- Dor no peito;

- Falta de are fadiga quando é realizado esforço;

- Dores nas pernas ao caminhar, que melhoram só com repouso