Os riscos do diabetes para a sua visão



Pacientes diagnosticados com diabetes precisam estar atentos a pequenas alterações na visão. Isso porque o diabético é mais suscetível a ter doenças como catarata, glaucoma, visão turva e outras. Alterações no grau da visão, por exemplo, podem ser um indício de diabetes.


Mudanças bruscas nas taxas de glicose (açúcar) no sangue podem ocasionar alterações oculares, a visão começa a ficar embaçada, manchada ou nebulosa. E quando acontece a estabilização de glicose no sangue, a visão pode voltar ao normal. No entanto, mesmo que a visão embaçada desapareça, procure um oftalmologista e informe que você é um portador de diabetes.


Uma doença ocular que deve ser levada a sério e pode ser desenvolvida em diabéticos é o glaucoma. É uma doença que acomete o nervo óptico provocado pelo aumento da pressão intraocular.

Segundo a Sociedade Americana de Diabetes, pessoas com diabetes tipo 2 são 40% mais propensas a sofrer de glaucoma do que aquelas sem a doença. Lembre-se que o glaucoma não tem cura e não pode ser revertido com cirurgias.


Além de manter um bom controle dos níveis glicêmicos, todo paciente com diabetes deve se consultar com um oftalmologista pelo menos uma vez por ano.


Cuidando da saúde ocular no SUS

É possível agendar a sua primeira consulta com um oftalmologista na Unidade Básica de Saúde (UBS). Se houver necessidade de exames complementares mais complexos, o paciente será encaminhado a clínicas credenciadas pelo SUS, capacitadas para a sua realização.


Confira a relação de UBS que possuem atendimento oftalmológico, clicando neste link:

https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/saude_ocular/index.php?p=5893