Os cuidados com a saúde dos pés para quem tem diabetes



Você sabia que quem tem diabetes deve ficar atento a feridas ou outros problemas que surgem nos pés? Uma ferida que pode parecer inofensiva pode desencadear um problema grave de saúde.


Estima-se que 537 milhões de adultos com idades entre 20 e 79 anos vivem atualmente com diabetes, representando 10,5% da população mundial nessa faixa etária. É previsto que esse número aumente para 643 milhões (11,3%) até 2030 e 783 milhões (12,2%) até 2045, segundo os dados do Atlas do Diabetes, divulgado pela Federação Internacional de Diabetes.


Cuidados com os pés


A ferida nos pés denominadas como úlcera é uma das complicações mais comuns em quem tem diabete. A sua causa pode ser provocada por uma infecção ou desencadeada por uma alteração neurológica, ortopédica ou vascular que afete os pés.


É importante estar atento aos sintomas para identificar se há alguma ferida nos pés. Os sintomas mais frequentes são:


· Fraqueza nas pernas;

· Sensação de formigamento frequente;

· Queimação nos pés e tornozelos;

· Dormência nos pés;

· Dor e sensação de agulhadas;

· Perda da sensibilidade nos pés.


O tratamento irá depender do tipo de lesão. Nos casos de feridas que não ocorreu infecção o tratamento pode ser feito por meio da limpeza no local e uso de curativos. Caso, apresente infecção será necessário consultar o médico para a indicação de medicamento. Se consultar com o médico com frequência é uma das formas de prevenir infecções e úlceras nos pés.