Diabete Infantil: Criança também tem diabetes?


Um dos principais sintomas que pode ser um sinal de alerta para o Diabetes tipo 1 na infância ou adolescência são as idas frequentes ao banheiro, sede, fome excessiva, perda de peso e quando a criança apresenta indisposição.


Ao perceber os sintomas é importante procurar um médico para que seja feito o diagnóstico. A dosagem da taxa de açúcar no sangue (glicemia) e a detecção de açúcar e/ou cetonas na urina são exames que podem confirmar a presença de diabetes.


Segundo com o Atlas do Diabetes da Federação Internacional de Diabetes (IDF), cerca de 1,1 milhão de crianças e adolescentes no mundo todo (com menos de 20 anos) foram diagnosticadas com o tipo 1 de Diabetes.


Meu filho tem diabetes, e agora?


O tratamento para o diabetes tipo 1 pode ser feito de forma controlada com injeções de insulina, alimentação equilibrada e exercício físico regular. Além disso, a taxa de açúcar deve ser monitorada várias vezes ao dia.


A criança ou adolescente diabético pode levar uma vida normal seguindo as recomendações médicas. É importante seguir com o tratamento assim que for diagnosticado para evitar doenças no futuro. Caso, o diabetes não seja diagnosticado e o açúcar do sangue não for mantido em níveis normais ao longo dos anos, a criança diabética pode ter complicações que podem afetar os olhos, rins, coração e sistema nervoso.


Ao desconfiar dos sintomas, não hesite em procurar um médico.