Dor de cabeça é uma das principais queixas nas mulheres



Você sabia que a dor de cabeça é mais comum em mulheres? Isso porque os fatores hormonais podem contribuir para que a dor sempre apareça. A dor de cabeça surge na região craniana, podendo ser na testa ou na parte de trás da cabeça. Toda a dor causada nessa região é conhecida como cefaleia.


De acordo com a Sociedade Internacional de Cefaleia, existem mais de 150 tipos diferentes de dor de cabeça. Se a dor é constante e persiste por vários dias é importante marcar consulta com o médico para diagnosticar a causa e iniciar o tratamento.


Apesar de muitas vezes ser uma dor passageira após tomar um medicamento, é importante ficar atento os sintomas para tentar identificar qual é o tipo da sua dor de cabeça, se trata de uma dor aguda ou crônica.


A dor de cabeça pode ser uma consequência de outras doenças como sinusite, gripe, tumores, traumas cranianos, entre outras. Além disso, a dor também pode surgir se o nível de estresse está elevado, alterações no sono, consumo excessivo de bebidas alcóolicas, período menstrual e má alimentação. São fatores que também podem influenciar no surgimento da dor de cabeça.


Sinal de alerta

Procure um especialista neurologista para avaliar a sua dor se ela persistir por vários dias. É importante marcar a consulta para um diagnóstico preciso. Se você teve durante três dias dor de cabeça durante um mês e fez uso de analgésicos para tratar a dor, procure um neurologista.


O tratamento irá depender do seu nível de enxaqueca e sua intensidade. Adotar uma rotina saudável com alimentação e praticar atividade física podem auxiliar no combate a dor de cabeça e prevenir que a dor se agrave.